Compartilhar no WhatsApp

Hospitais lotados, sintomas gripais se espalhando, e agora estoques de farmácias cada vez mais esvaziados. O roteiro visto nos auges da crise pandêmica provocada pela Covid-19 começa a se repetir em drogarias e farmácias de Sergipe, com uma corrida por medicamentos antigripais, em um consumo muito maior do que a oferta destes produtos.

Foto: Fan F1

O Portal Fan F1 fez uma varredura em algumas drogarias de Aracaju e, em todas elas, identificou escassez de produtos voltados ao combate da gripe. “Aqui mesmo todos os xaropes já esgotaram. Temos apenas antigripais envelopados”, conta um funcionário de uma farmácia no bairro Atalaia.

Continua depois da publicidade

A procura pelos medicamentos teve um crescimento exponencial há uma semana, quando o surto de sintomas gripais se intensificou, refletido, também, por um aumento dos atendimentos hospitalares em unidades básicas de saúde e hospitais de urgência.

Na Barra dos Coqueiros, André Santos foi a procura de um antigripal, mas não encontrou o medicamento. “Comecei a sentir alguns sintomas leves de gripe, mas nada que precise ir ao hospital. Eu estou procurando algum medicamento para combater o sintoma, mas ainda não encontrei. Espero ter sorte em outra farmácia”, conta o consumidor.

Outro reflexo da alta procura pelos produtos é o aumento dos preços. Com a baixa oferta, é natural que o valor dos medicamentos neste segmento tenham seus preços valorizados, assim como ocorreu com as máscaras, luvas e álcool em gel no surgimento da pandemia da Covid-19.

Em uma farmácia da Zona Norte, um funcionário disse para nossa reportagem que a reposição do estoque já era pra ter sido feita, mas está atrasada justamente pela demanda dos produtos em várias partes do país.

A recomendação para a população é que não crie estoque dos produtos em casa, sob o risco de desabastecer as drogarias, e deixar outras pessoas sem acesso aos medicamentos. Também não há necessidade de se medicar sem sintomas de gripe. Em casos de sintomas mais agudos, o atendimento deve ser feito em uma unidade hospitalar.

Fonte: FanF1