Compartilhar no WhatsApp

preço médio da gasolina comum subiu 44,3%, e o do diesel, 44,6%, nos postos de combustíveis do país em 2021, segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Os combustíveis tiveram o maior impacto na alta da inflação de 2021
LUIS LIMA JR/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO- 29/10/2021

A gasolina começou o ano, em janeiro passado, com o valor médio de R$ 4,622 enquanto o diesel estava em R$ 3,696 o litro. Em dezembro, os combustíveis fecharam o ano com uma média de R$ 6,670 e R$ 5,347 respectivamente.

Continua depois da publicidade

O preço dos combustíveis foi um dos principais motivos para a alta da inflação em 2021. O IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) terminou 2021 com alta de 10,42%, valor quase três vezes acima da meta estabelecida pelo governo para o ano, de 3,75%.

Só em dezembro, a alta do IPCA-15 foi influenciada, principalmente, pelo preço dos combustíveis (+3,4%) e, em particular, pelo da gasolina (+3,28%). Além disso, o preço do etanol (+4,54%) e o do óleo diesel (+2,22%) também subiram, embora as variações tenham sido menores que as do mês anterior (7,08% e 8,23%, respectivamente).

Do R7