Compartilhar no WhatsApp

Uma mulher de 23 anos e um homem de 31 foram presos em Belo Horizonte após serem flagrados com uma criança de 4 anos, em um quarto de motel. A autora é mãe da menina e cunhada do homem. O caso aconteceu em um estabelecimento no bairro Copacabana, na região da Pampulha, nessa quarta-feira (26).

Funcionárias do motel flagraram a criança entrando no quarto com o casal (IMAGEM ILUSTRATIVA – Fernando Frazão/Agência Brasil)
Funcionárias do motel flagraram a criança entrando no quarto com o casal (IMAGEM ILUSTRATIVA – Fernando Frazão/Agência Brasil)

O casal entrou no motel com a criança escondida dentro do carro. Quando foram para o quarto, uma funcionária do local observou o momento em que a menina desembarcou do veículo e entrou com os adultos. A funcionária logo avisou às colegas, que acionaram à Polícia Militar.

Continua depois da publicidade

Segundo o registro da corporação, as mulheres não esperaram a chegada da PM e foram até o quarto. Ao entrarem, encontraram o homem nu com a criança, dentro do banheiro. O casal então teria voltado com a menina para o carro e tentado fugir do local. No entanto, a saída deles foi impedida pelos trabalhadores do motel.

Justificativa e mais crimes

Ao chegar no estabelecimento, os policiais flagraram o casal ameaçando os funcionários do local. Eles relataram que sofreram ameaças de morte e de vingança, por parte dos suspeitos.

Após vistoria no veículo do casal, os militares também encontraram seis identidades falsificadas. Todas com a foto do homem e mesmo número, mas nomes diferentes. Ele explicou que tinha um acordo com o homem que falsificava as identidades, de sacar o auxílio emergencial usando os documentos. Para cada um que conseguisse, receberia R$ 100 do valor obtido.

Questionada sobre a ida ao motel com a criança, a mulher disse que foi buscada em casa pelo cunhado. Segundo a mãe da menina, eles só foram até o local para “dar uma olhada no chuveiro” e sairiam em seguida. O homem confirmou essa versão da mulher e negou ter tido relações com a criança. Os dois foram presos no local.

A Polícia Civil de Minas Gerais informa, por meio de nota, que ratificou o flagrante do homem, de 31 anos, e da mãe da criança, de 23 anos, pelos crimes de estupro de vulnerável e ameaça. O homem ainda responderá por falsificação de documentos. Os suspeitos foram encaminhados ao sistema prisional. A criança foi entregue ao Conselho Tutelar de Belo Horizonte.

Por