Compartilhar no WhatsApp

A Polícia Civil procura uma mulher acusada de matar o vizinho ao injetar substância tóxica e roubar cerca de R$ 100 mil em bens da vítima no Rio de Janeiro. A Justiça aceitou a denúncia e decretou a prisão preventiva de Fernanda Gonçalves, acusada de latrocínio (roubo seguido de morte) e coação no curso do processo.

Acusada de matar vizinho está foragida
REPRODUÇÃO

De acordo com a polícia, o analista judiciário convidou a mulher para ir até o apartamento dele, no dia 29 de dezembro do ano passado. Após acessar o imóvel, ela injetou uma substância tóxica no antebraço do aposentado, que morreu em decorrência de edema pulmonar e infarto agudo do miocárdio.

Continua depois da publicidade