Compartilhar no WhatsApp

Um casal de pastores evangélicos e o filho deles foram presos na manhã do dia de 24 de fevereiro no município de Araçatuba, interior de São Paulo. Os pastores Reginaldo Ferreira da Silva e Leonice Ferreira Martins estavam foragidos por sua participação no homicídio por espancamento de Edjane de Jesus Silva, 35 anos, ocorrido no dia 03 de julho de 2020, no conjunto Marivan, bairro Santa Maria, em Aracaju. A informação foi confirmada pela Polícia Civil de Sergipe.

Foto: Ilustrativa/Pixabay

Após o homicídio, o corpo da vítima foi transportado no automóvel do religioso, durante a madrugada, para o interior de Alagoas, onde foi queimado e enterrado em um canavial. Segundo as investigações, a ocultação e destruição do corpo da vítima contou com a participação dos dois filhos do casal, um adolescente e o irmão Paulo Henrique Ferreira da Silva, este último preso com os pais pela equipe de investigadores da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), em Araçatuba.

Continua depois da publicidade

Após os crimes, os investigados fugiram para o interior de Sergipe, município de Riachuelo, depois seguiram para cidade de Birigui, interior de São Paulo. As investigações contaram com o apoio da 9ª Delegacia Metropolitana, Divisão de Inteligência (Dipol) e o apoio operacional da Polícia Civil do Estado de São Paulo.

Os investigados devem ser recambiados para o Estado de Sergipe para serem ouvidos. Com as prisões, a polícia espera conseguir encontrar os restos mortais da vítima.

FanF1 Com informações da SS