Compartilhar no WhatsApp

O CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) é um dos documentos mais importantes para o brasileiro. Trata-se de um banco de dados gerenciado pela Receita Federal, utilizados para inúmeros fins – seja para declaração de Imposto de Renda ou para compras e contratações de serviços. Ele serve ainda como um identificador do cidadão.

Como usar o Radar do CPF para melhorar sua saúde financeira — Foto: Divulgação

Quem pode tirar

Não há idade mínima para a inscrição. Até mesmo recém-nascidos, por exemplo, podem ser inscritos. Brasileiros ou estrangeiros, residentes no Brasil ou no exterior, também podem se inscrever no cadastro.

Continua depois da publicidade

Cada pessoa pode se inscrever apenas uma vez, o que significa que o número do CPF é único e definitivo para cada um.

Documentação necessária

Em todos os casos:

  • Documento de identificação oficial com foto do interessado;
  • Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento, caso não conste no documento de identificação oficial apresentado a naturalidade, a filiação e a data de nascimento; e
  • Título de eleitor ou documento que comprove o alistamento eleitoral (obrigatório para maiores de 18 anos e menores de 70 anos).

Pessoas com 16 ou 17 anos de idade:

  • Documento de identificação oficial com foto do solicitante (um dos pais), se for o caso.

Menores de 16 anos de idade:

  • Documento de identificação oficial com foto do solicitante (um dos pais, tutor, ou responsável pela guarda); e
  • Documento que comprove tutela ou responsabilidade pela guarda, conforme o caso, do incapaz.

Demais casos de representação legal:

  • Documento de identificação oficial com foto do solicitante;
  • Documentos que comprovem a representação legal, como procuração, tutela, termo de curatela, termo de compromisso de inventariante, etc., conforme o caso;
  • Certidão de óbito, se o CPF for para pessoa falecida.

Como solicitar

Basta preencher o formulário disponibilizado pela Receita Federal.

Nos casos em que o preenchimento do formulário eletrônico resultar na emissão de um protocolo de atendimento, apresente o protocolo gerado e os documentos necessários à Receita Federal. Excepcionalmente durante a pandemia, o envio da documentação pode ser feita por e-mail. Confira abaixo os endereços eletrônicos:

  • 1ª Região (DF, GO, MT, MS e TO): atendimentorfb.01@rfb.gov.br
  • 2ª Região (AC, AM, AP, PA, RO e RR): atendimentorfb.02@rfb.gov.br
  • 3ª Região (CE, MA e PI): atendimentorfb.03@rfb.gov.br
  • 4ª Região (AL, PB, PE e RN): atendimentorfb.04@rfb.gov.br
  • 5ª Região (BA e SE): atendimentorfb.05@rfb.gov.br
  • 6ª Região (MG): atendimentorfb.06@rfb.gov.br
  • 7ª Região (ES e RJ): atendimentorfb.07@rfb.gov.br
  • 8ª Região (SP): atendimentorfb.08@rfb.gov.br
  • 9ª Região (PR e SC): atendimentorfb.09@rfb.gov.br
  • 10ª Região (RS): atendimentorfb.10@rfb.gov.br
  • Exterior: cpf.residente.exterior@rfb.gov.br

Vale lembrar que o cartão físico do CPF – aquele de plástico azul – não é mais emitido. Os comprovantes de inscrição impressos e o CPF Digital têm o mesmo valor jurídico.

O aplicativo CPF Digital está disponível para download na Google Play e App Store.

Por G1 Economia