Compartilhar no WhatsApp
Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), em Aracaju — Foto: Divulgação/SSP/SE/Arquivo

Um homem de 49 anos foi detido preventivamente neste final de semana, em Aracaju, por estupro de vulnerável contra a neta e uma sobrinha. De acordo com a Polícia Civil, ele já havia sido condenado e preso há 20 anos pelo mesmo crime contra duas sobrinhas, irmão e filha. O caso foi divulgado pela Secretaria de Segurança Pública nesta segunda-feira (9).

Todas as vítimas tinham entre 6 e 15 anos. Segundo a polícia, o criminoso demonstra comportamento agressivo e o fato da vítima ser familiar não inibe a prática criminosa continuada.

Continua depois da publicidade

O homem passou sete anos preso e ganhou progressão ao regime aberto. Sendo acolhido pela família, voltou a praticar os crimes.

A nova denúncia foi feita pela filha dele, que tinha sido abusada quando criança, após o homem o mesmo ocorrer com a filha dela.

“Iniciamos a investigação e foi constatado também que no passado ele abusou sexualmente de uma outra sobrinha e que essa outra sobrinha nunca tinha denunciado e ela nos relatou com detalhes a forma que ele praticava os crimes”, disse o delegado Ronaldo Marinho, do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV).

O delegado ressalta que, embora o estupro contra essa sobrinha só tenha vindo à tona nesse momento, o crime ainda não prescreveu e ele responderá judicialmente.

Fonte: G1 SE