Compartilhar no WhatsApp

A Universidade Federal de Sergipe decidiu retornar à fase 2 do Plano de Retomada Gradual das Atividades Presenciais, por meio da publicação da Portaria Nº 86/2022/GR nesta quinta-feira, 27, após aprovação por unanimidade na sessão do Conselho Universitário (Consu). A decisão leva em conta a Nota Técnica Nº 01/2022 do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 da UFS, que recomenda a regressão de fase frente ao cenário atual de pandemia.

(Foto: Seduc)

Mesmo com a volta para a Fase 2, o Ensino Híbrido Emergencial (EHE) e os calendários acadêmicos atuais estão mantidos, com início das atividades para o dia 31 de janeiro. A mudança vai se concentrar, principalmente, na ocupação máxima dos espaços: de 80 para 50%. Os ajustes na oferta dos componentes já programados deverão ser feitos pelos departamentos e núcleos, conforme o disposto na Portaria 86/2022/GR.

Continua depois da publicidade

Restaurantes universitários e bibliotecas

Mesmo sem estar previsto na fase 2, a Portaria Nº 86/2022/GR determina o funcionamento do Restaurante Universitário (Resun) de cada campus com o critério de ocupação máximo também de 50% da capacidade. Haverá atendimento nas bibliotecas como previsto no Plano de Retomada Gradual das Atividades Presenciais. Neste momento inicial, está disponível a consulta e utilização dos espaços de estudo.

Professores

Em Assembleia Geral realizada na última quarta-feira, 25, os professores da Universidade Federal de Sergipe (UFS) aprovaram a suspensão do retorno presencial ou híbrido a partir de 31 de janeiro e propuseram a manutenção do ensino remoto. Segundo a Associação dos Docentes da UFS (ADUFS), a decisão foi tomada em virtude do comportamento da pandemia em Sergipe, no Brasil e no mundo.

Infonet Com informações da UFS