Compartilhar no WhatsApp

Dois agentes do Grupamento Especial Tático de Motos (Getam), acusados de subtrair cerca de 22 mil reais de um taxista durante uma abordagem em Aracaju, estão detidos no Presídio Militar (PRESMIL). A informação foi confirmada pela Polícia Militar nesta sexta-feira (11).

Foto: Reprodução/Portal A8SE

No momento da ação policial, a vítima teria saído de casa armado para depositar a quantia de R$42 mil no banco, fruto da venda de um imóvel, quando foi abordado pelas equipes no Conjunto Augusto Franco e encaminhado para a Central de Flagrantes pelo porte ilegal de arma de fogo. Na unidade, o dinheiro teria sumido no momento da contagem. Ele pagou uma fiança no valor de R$2.200 e foi liberado.

Continua depois da publicidade

Segundo a corporação, a conclusão do inquérito instaurado após a acusação foi encaminhado para Justiça, que decretou a prisão dos investigados. Os mandados foram cumpridos no último dia 3 de março.

O processo, por sua vez, está na fase inicial e ainda cabe recurso. Acompanhe mais detalhes na entrevista a seguir:

Fonte: A8SE